SINARQUIA - A SOCIEDADE PERFEITA

 

 

A  Sinarquia é um sistema filosófico de uma Sociedade Perfeita governada por Sábios e não por uma classe politica corruptivel como a que conhecemos actualmente que sendo eleita pelo povo se governa a si própria gozando de direitos e privilégios que nenhum outro cidadão tem.

A visão da Sociedade Futura foi desenvolvida por Saint-Yves d’Alveydre, considerado um dos luminares da Teosofia, aclamado pelos Rosa-Cruzes como um grande Mestre proeminente na  história do Ocultismo em França no século XIX.

Saint-Yves foi autor de várias obras, como"O Arqueômetro",  "A teogonia dos Patriarcas", “A Missão dos Soberanos”, etc.,  entre uma colecção vasta de textos intitulados "As missões" que cobre grandes períodos históricos.

Alguns estudiosos consideraram-no membro de Agartha, uma cidade misteriosa conhecida há milhares de anos pelos Hindus e Monges Tibetanos.  Ele teria recebido instrução de um  grupo de emissários orientais encabeçados pelo Princípe Hardjij Scharipf a respeito da cidade secreta localizada no interior da Terra ou “Centro do Desconhecido” como dizia o Vice-Almirante Richard Byrd quando fez suas expedição ao Polo Norte e Sul, tendo contactado com uma civilização superior à nossa tal como relata no seu Diário Secreto escrito em 1947 mas descoberto e publicado em 1992.  

Na verdade, Saint-Yves já sabia da existência dessa Sociedade cujo sistema organizacional ele preconiza que venha a formar-se um dia em nosso mundo pós-democracias quando estas cairem pelas suas falsas concepções de Justiça,  Liberdade e Igualdade, pois  abriram novos caminhos à Iniquidade, sendo facto que nilhões de pessoas já questionam seus valores rejeitando a classe politica que os representa, seja de 'esquerda' ou 'direita', dividindo para reinar em nome de interesses que não são verdadeiramente os da População, pois esta deseja  uma verdadeira Sociedade onde não haja mais exploração do homem pelo homem e TODOS vivam em paz e comunhão. 

 

 

Nessa sociedade futura não haverá por isso Partidos politicos nem Sindicatos de Trabalhadores para os defenderem dos patrões exploradores ou empresários especuladores ou de governos imorais, tão pouco haverá Bolsas de Valores ou Mercados de Capitais e 'lavagens' de dinheiros e contas em 'Offshores'  ou 'paraisos fiscais',  pois todos perceberão que apesar de sermos diferentes todos somos IGUAIS.  

A Sinarquia baseia-se assim num modelo de Sociedade onde não haverá mais injustiça e desigualdade social e todos viverão em paz e harmonia universal. A organização dos povos assentará no perfeito equilibrio e entendimento de que todos devem trabalhar para o bem comum, com a correcta repartição da riqueza para suprir todas as necessidades dos cidadãos que têm o seu “direito de berço” garantido.

 

 

A Organização dessa Sociedade assentará em pilares fundamentais que não se limitam aos aspectos materiais mas também e acima de tudo espirituais.  A gestão dos recursos é feita por vários representantes da Comunidade Mundial de acordo com as necessidades de cada cidade que elege um Chefe reconhecido pelas suas qualidades e virtudes como um Sábio na área a que preside (Educação, Saúde, etc.)

A Sinarquia será pois um novo Advento "Regnum Tumm” que marcará um Novo Ciclo na História da Humanidade após esta sofrer as necessárias transformações para que seja possivel continuar a viver de forma sustentável neste Planeta onde só ficarão os 'justos' que sobreviverem ás grandes catástrofes naturais ou aos dias de tribulação há muito profetizados para os tempos actuais.

A minha visão dessa Sociedade Futura é aquela que vislumbro numa Mensagem que enviei para  a Assembleia-Geral das Nações Unidas em Dez/ 1995 quando foi seu Presidente o português Prof. Diogo Freitas do Amaral que tomou dela a "devida nota" e  compartilho hoje numa página de meu site pessoal que todos podem ver aqui:

http://www.novaera-alvorecer.net/Mundo_Novo.htm

Pode ser Utópica, como a Sinarquia de Saint-Yves de Alveydre, mas é aquela que  creio venha um dia a concretizar-se no futuro.

Rui M. Palmela

   

 Voltar