O CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO

 

  

 

Muita polémica se tem originado ultimanente nos EUA onde a questão do criacionismo  bíblico vai conquistando cada vez mais adeptos em contraposição com o evolucionismo de Darwin sobre a evolução das espécies.

Não sei qual a capacidade argumentativa dos que defendem uma e outra tese, dividindo-se talvez em discussões estéreis que para nada aproveitam nem ajudam a clarificar a verdade das coisas, pois no meu entender  ambas as teses estão correctas, e não se dissociam uma da outra. Isto é, não há evolução sem criação e vice-versa.

A verdade é que, segundo o Génesis, “o homem foi criado à imagem e semelhança de Deus” que primeiro criou as espécies vegetais, depois animais e só por último o homem, tendo sido este formado do próprio ‘barro’ (a matéria) que Deus moldou e depois ‘soprou’ em suas narinas, dando-lhe fôlego ou vida, fazendo-o "alma vivente" como já tinha feito com outras espécies .  O homem teria sido feito pois ao "6º Dia" da Criação (tal como está escrito) e se tornaria um ser de raça Adâmica tal como sua  companheira que Deus teria formado de uma de suas costelas enquanto dormia.  Isto é metafórico!

Segundo os criacionistas,  a raça humana com seus 5 sentidos físicos ( tal como os 5 Continentes) teria sido formada de um casal (Adão e Eva) que era único no Mundo onde habitavam num lugar paradisíaco, ou Éden terrestre, e teriam dado o seu primeiro filho (Caim) e depois um segundo (Abel) que por questões de ciúmes foi alvo de homicidio de seu irmão que depois foi habitar  as terras de Nod da banda do oriente do Paraiso onde conheceu uma mulher a quem suscitou filhos.

Então eu pergunto: quem era essa mulher se haviam apenas 3 pessoas no Mundo?

Ora, se lermos a história bíblica textualmente encontraremos desde logo estas ‘falhas’ ou contradições que os criacionistas não conseguem clarificar e os evolucionistas acabam por ironizar. Se ambos entendessem melhor esta questão, talvez chegassem a uma verdadeira conclusão. De resto ninguém conseguiu explicar até hoje o que é que surgiu primeiro: o ovo ou a galinha?

Pessoalmente entendo muito bem a tese Darwiniana sobre a evolução das espécies que afinal vai ao encontro daquilo que o Génesis  revela sobre a Criação, começando por dizer desde logo que  “o espírito de Deus paira sobre as águas”, sendo que a energia criadora se manifestou no mundo aquático que é o berço da vida neste Planeta.  Foi nos Oceanos que tudo começou. As primeiras formas de vida unicelulares  se congregaram e se transformaram, dando origem a organismos mais complexos,  dos quais surgiram mais tarde todas as criaturas  do mar, da terra e do ar.

Foi de uma dessa classe de seres ou criaturas que surgiu uma que daria origem aos primatas que andariam na vertical e dariam origem ao ser humano. Esta  espécie se desenvolveu e se tornou mais perfeita há milhares de anos e habitaria o Éden (um lugar especial na Terra) onde se tornou  "Adam" (Adão) que em sanscrito quer dizer 'primeiro ego', ou seja, o momento a partir do qual o ser humano toma consciência de si mesmo como espécie pensante, racional, inteligente, diferente de todas as outras, como o último na escala animal onde evoluiria ao longo dos tempos até ao século actual.

Portanto, ambas as teses estão correctas e se complementarizam uma à outra desde que se ultrapassem as limitações do conhecimento científico e religioso, desvelando o que é metafórico na Bíblia para se ter uma noção mais perfeita das coisas, ligando as peças do ‘puzle’ que se apresentam à visão dos que raciocinam livremente e sabem encaixá-las intuitivamente fora das discussões estéreis entre  criacionistas e  evolucionistas que se perdem em conjecturas embaraçosas, ficando ainda mais divididos ou afastados do que é essencial no tempo actual.

Já agora, dando a minha própria opinião sobre esta questão do criacionismo  e do evolucionismo, resumirei tudo àquilo que se passa no ventre materno onde o óvulo é fecundado pelo espermatozoide e se multiplica milhões de vezes até surgir a primeira forma de vida animal que parece um girino (ou "peixe-cabeçudo") e vai evoluindo para outra de réptil ou anfíbeo, e depois símiesca (o macaquinho) que evolui até à forma humana que quando está pronta nasce para o mundo do ar morrendo para o mundo das águas (a placenta que rebenta), sendo que os 9 meses de gestação resumem o processo de milhões de anos de evolução nos Oceanos onde tudo começou.

Os criacionistas têm aqui matéria suficiente para pensar e dar razão a Charles Darwin e perceber que a nossa “imagem e semelhança de Deus” é sobretudo na Essência e não na existência, pois é na matéria que evoluimos ao longo do tempo e do espaço até nos tornarmos mais perfeitos, tal como a lagarta que na sua essência é já a formosa borboleta mas não sabe e evolui como verme na existência. Tem sim é de passar por várias 'metamorfoses' para se tornar num ser alado.

Os evolucionistas,  têm de perceber também que desde o Princípio (há milhões de anos)  “o Espírito de Deus paira sobre as águas” donde saiu de resto toda vida na Terra, sustentada até hoje pelo mesmo Deus que sustenta toda a vida  do Universo. De resto, Jesus dizia isso mesmo: "O meu Pai trabalha até hoje"...

Fica aqui esta dissertação,

Pausa para reflexão

Rui Palmela  

 

Ver ainda:

 NO INICIO DOS TEMPOS... 

  AS ERAS GEOLÓGICAS E EVOLUÇÃO DA TERRA

 

 Voltar